domingo, 3 de janeiro de 2010

"A arte da vida" - Zygmunt Bauman

Em determinado momento ele diz:
"Nossas vidas são obras de arte. Para viver como exige a arte da vida, devemos, tal como qualquer outro tipo de artista:
1. estabelecer desafios que são ( pelo menos no momento em que estabelecidos) difíceis de confrontar diretamente;
2. escolher alvos que estão ( pelo menos no momento da escolha) muito além do nosso alcance;
3. padrões de excelência que, de modo perturbador, parecem permanecer teimosamente muito acima de nossa capacidade ( pelo menos a já atingida) de harmonizar com o que quer que estejamos ou possamos estar fazendo.
Precisamos tentar o impossível. E, sem o apoio de um prognóstico fidedigno ( que dirá da certeza), só podemos esperar que, com longo e penoso esforço, sejamos capazes de algum dia alcançar esses padrões e atingir esses alvos, e assim mostrar que estamos à altura do desafio"

Nenhum comentário:

Postar um comentário